Projetos que valem a pena entrar na corrente!

O financiamento coletivo é uma ferramenta importante para viabilizar projetos culturais e sociais fundamentais e que carecem de apoios ou patrocínios. Além de viabilizar a execução das ações, cada participante também ganha recompensas especiais. O Coletivo separou sugestões para você! Confira abaixo e participe! 😉


Graça Braga
Nos Embalos da Vida

A cantora Graça Braga apresenta projeto para gravar o terceiro álbum de sua carreira: um CD com repertório todo dedicado ao sambista Martinho da Vila. A campanha fica no ar até o dia 9 de junho e prevê CDs autografados e até ingressos para o show de lançamento do trabalho.

Participe aqui.


Chico Alves
Parcerias

O cantor e compositor Chico Alves apresenta projeto para registrar músicas de sua autoria feitas ao lado de parceiros como Moacir Luz, Wilson das Neves e Toninho Geraes. O valor arrecadado será para custear gastos com estúdio, prensagem e outras etapas de produção. Até o dia 19 de julho.

Participe aqui.


Casa do Jongo

O financiamento coletivo da Casa do Jongo é recorrente, ou seja, você pode participar sempre! E deve! Os recursos arrecadados ajudam na manutenção e na estruturação do Centro Cultural, importante e fundamental espaço de manutenção cultural na cidade do Rio de Janeiro. Salve, Tia Maria do Jongo!

Participe aqui.


Mundo Aflora
Música para todo o Mundo

Projeto de intercâmbio cultural propões difundir e divulgar a cultura e as tradições culturais brasileiras em excursão pelo mundo. Até o dia 20 de junho.
Saiba mais e participe aqui.

Alô, liderança! Tá esperando o quê?

Faltam apenas alguns dias para acabar o financiamento coletivo para o projeto #BrilhaSol ☀ que irá gravar o novo disco da cantora e compositora Geovana. A meta é atingir a meta mínima até o dia 11 de abril.

www.benfeitoria.com/geovanabrilhasol

Conhecida como Deusa Negra do Samba Rock, a carioca Geovana despontou em 1971, quando consagrou-se vencedora da Bienal de Compositores com o clássico “Quem tem carinho me leva”:

Conviveu com a alta nata da música brasileira, nomes como Elis Regina, Silas de Oliveira, Pixinguinha e Donga, por exemplo. Gravada por artistas como Clara Nunes, Martinho da Vila e Wilson Simonal, Geovana é autora, ao lado de Beto sem Braço, de um dos sambas de maior sucesso, “Irene”, que ficou imortalizada com o grupo Fundo de Quintal.

www.benfeitoria.com/geovanabrilhasol

Organizado pelo Coletivo Sindicato do Samba, o projeto #BrilhaSol ☀ marca o retorno da compositora aos estúdios, mais de 30 anos após seu último trabalho, realizado em 1987.

Sem apoio ou patrocínio, o financiamento coletivo foi a alternativa encontrada para viabilizar a gravação do disco que terá um repertório totalmente inédito.

www.benfeitoria.com/geovanabrilhasol

Importante ressaltar que os participantes do projeto, além de viabilizarem o mesmo, também ganham recompensas e prendas especiais como Cds autografados, camisetas e, até, encontros com a própria Geovana.

Vale lembrar ainda que toda contribuição é importante! Isso pois o projeto só obtém êxito caso a meta mínima seja atingida (caso contrário as contribuições são devolvidas 😬).

www.benfeitoria.com/geovanabrilhasol

Por isso, liderança, tá esperando o quê?

Chegue junto e faça parte dessa história de valorização da cultura e música popular!

Clique aqui e participe 👉🏿 www.benfeitoria.com/geovanabrilhasol

Dúvidas, mais informações e contato através dos canais:
osindicatodosamba@gmail.com
(11)981875728

 

10 motivos para participar do novo disco da Geovana

Novo disco da Deusa Negra do Samba Rock, a cantora e compositora Geovana, precisa obter êxito no financiamento coletivo para ser viabilizado. Campanha vai até o dia 11 de abril. Participe!

Coletivo Sindicato do Samba articula projeto que traz a cantora e compositora Geovana de volta à cena após mais de 30 anos afastada.

A gravação do novo CD, que irá reunir músicas inéditas e se chamará “Brilha Sol”, depende do sucesso do financiamento coletivo. Por isso, listamos abaixo 10 motivos para você participar desse projeto! Confira:

1. Valorização da Cultura Brasileira

Ao participar do projeto, você também está, diretamente, participando de um processo de valorização da cultura e da música popular brasileira!

2. Fortalecimento do Samba e do Samba Rock

Além de endossar a valorização da cultura brasileira, sua participação também auxilia no fortalecimento do Samba e do Samba Rock, movimentos dos quais a Geovana é uma das principais referências.

3. CD autografado

Ao participar você não apenas garante seu CD, mas garante seu CD autografado pela própria Geovana! Um luxo!

4. Prendas Especiais

E tem mais! Além do CD autografado, você pode garantir camisetas e canecas personalizadas com o lema do projeto, quadros especiais e até ingressos para o show de lançamento do disco, que tem previsão de acontecer ainda neste ano de 2019. Gostou?

5. Encontros incríveis

Um das recompensas maravilhosas do projeto é a possibilidade de passar um dia ao lado da Geovana e conhecer um pouco mais sobre essa grade artista que conviveu com nomes como Elis Regina, Silas de Oliveira, Pixinguinha e muitos outros bambas. Ah! E você ainda tem a possibilidade de acompanhar um dia de gravação! 😉

6. Viabilização de um projeto independente

O financiamento coletivo foi a única maneira que encontramos para viabilizar este projeto que entendemos ser de extrema importância. Logo, ao participar você também é peça fundamental na realização desse projeto, que não tem apoios ou patrocínios.

7. Junto com a corrente

Você pode participar com valores que variam de R$ 15 a RS 15.000. Ou seja, tem pra todos os bolsos! O grande lance é não ficar de fora da corrente de amigos e amigas. Afinal, juntos somos mais fortes! Sua participação faz a diferença! 🙂

8. Meta mínima

É sempre importante lembrar e explicar: o projeto só é bem sucedido caso a meta mínima seja atingida. Caso contrário, as contribuições são devolvidas aos benfeitores, o que, claro, não queremos e nem vamos deixar acontecer. Em suma, só tem CD se a campanha foi exitosa e, para isso, você tem que estar dentro da corrente!

9. Contribuir com um trabalho histórico

A gravação do disco “Brilha Sol” significa também o retorno da Geovana aos estúdios após mais de 30 anos afastada do mercado musical. Ou seja, um projeto histórico de resgate de umas das grandes compositoras da música popular brasileira. Prova disso é que Geovana já teve suas músicas gravadas por gente como Clara Nunes, Martinho da Vila, Wilson Simonal, Fundo de Quintal e muitos outros nomes!

10. A hora é agora

Geovana nasceu em 1947 e já está com 71 anos. Além disso, a campanha vai somente até o dia 11 de abril. Isto significa dizer que, caso não seja atingida a meta mínima, o projeto não irá acontecer e a Gegê já não é mais nenhuma menina. Ou seja, a hora é agora!

Não perca tempo! Clique aqui e participe!

 

Deusa Negra do Samba Rock, Geovana volta à cena

Coletivo Sindicato do Samba coordena financiamento coletivo para a gravação do novo disco da cantora e compositora Geovana, que ficou conhecida como Deusa Negra do Samba Rock nas décadas de 1970 e 80.

O projeto prevê o lançamento do disco “Brilha Sol”, que apresentará músicas autorais e inéditas da sambista que lançou seu último LP em 1988, mais de 30 anos atrás. Participe aqui!

Conhecida nas décadas de 1970 e 80 por seu talento como compositora, Maria Teresa Gomes nasceu na Tijuca, no Rio de Janeiro, no ano de 1948 e ficou conhecida artisticamente como Geovana.

Cresceu no Morro do Laboriaux, na Rocinha, e aprendeu com a família os toques do candomblé, seguindo no caminho da música e despontando como vencedora na Bienal do Samba com a música de sua autoria “Pisa nesse chão com força”, no ano de 1971.

Geovana ficou conhecida por ser “A Deusa Negra do Samba Rock” a partir do sucesso do seu primeiro LP, gravado em 1975, “Quem tem carinho me leva” (imagem abaixo). Ao longo da sua trajetória, a artista teve músicas gravadas por nomes importantes como, por exemplo, Clara Nunes, Wilson Simonal e Martinho da Vila e participou de importantes momentos históricos como os encontros e apresentações do Teatro Opinião, no Rio de Janeiro, no final da década de 1960.

É de sua autoria clássicos do cancioneiro popular como “Irene”, canção que ganhou fama na interpretação do conjunto Fundo de Quintal, e “Beijo Sabor Cerejeira”, um clássico do samba-rock, do qual Geovana se tornou uma referência, assim como do partido alto, subgênero do samba.

Após a gravação do seu segundo trabalho solo, em 1987, Geovana caiu no esquecimento e ostracismo. No início dos anos 2000, a cantora mudou-se para São Paulo, onde começou a trabalhar como segurança numa casa noturna no centro da cidade.

Foi neste período que a compositora restabeleceu laços e se aproximou do Batalhão da Vagabundagem, movimento de samba paulistano, e também do Coletivo Sindicato do Samba, grupo que iniciou um processo de reestruturação pessoal e da carreira de Geovana.

Brilha Sol

Geovana nunca deixou de compor. Dessa maneira, após mais de 30 anos longe dos estúdios e com 70 anos de vida, a compositora tinha (e tem!) muita coisa para mostrar. E é justamente desse processo que nasceu o projeto Brilha Sol, que reúne músicas inéditas e tem previsão para lançamento em junho de 2019, quando a cantora celebra aniversário.

O trabalho contará com o apoio dos músicos do Conjunto Tataruê, grupo que acompanha Geovana nos últimos anos, e também terá participações especiais de nomes consagrados e importantes da música brasileira como: Adelzon Alves, Fabiana Cozza, Luiz Grande, Curumin e outras surpresas.

Financiamento Coletivo

Por ser um trabalho independente e sem nenhum tipo de apoio, o projeto “Brilha Sol” viu no modelo de financiamento coletivo a saída para concretizar e realizar a gravação do novo CD da cantora e compositora Geovana. Para quem ainda não conhece, essa prática é bastante comum para viabilizar e tirar do papel projetos fundamentais para nossa cultura e funciona de maneira bem simples.

Para participar, basta escolhar uma das opções que melhor te atenda (coluna à direita). Cada uma delas oferece um pacote de contra-partidas, com presentes, prendas e experiências únicas e especiais. Tem opção para todos bolsos! Mas lembre-se: o mais importante de tudo é que, nesse processo, somos todos um só e só não vale ficar fora da corrente. Vamos juntos!

Ah! Vale lembrar que a campanha só é bem sucedida caso a meta mínima seja atingida. Caso contrário, todo valor arrecadado é devolvido aos benfeitores e benfeitoras. Mas, claro, não vamos deixar isso acontecer, né? Vamos participar, contribuir, avisar os amigos e amigas e compartilhar nas nossas redes!

Acesse: https://benfeitoria.com/GeovanaBrilhaSol e vire um benfeitor ou benfeitora! Vamos construir esta história juntos! 🙂

 

Wilson Moreira lança financiamento coletivo para gravar novo disco

Além de CD, projeto em homenagem aos 80 anos de Wilson Moreira prevê recuperação de Centro Cultural, show de lançamento e publicação de livro sobre vida e obra do compositor

Que notícia ótima: o sambista Wilson Moreira está prestes a gravar o seu próximo disco depois de mais de 15 anos! Com direção musical de Paulão 7 Cordas, o trabalho está em fase de captação de recursos através de um financiamento coletivo que fica no ar até o dia 16 de setembro. Confira aqui e colabore!

“Trabalho independente é fogo! Mas estou muito feliz e confiante que vai dar tudo certo”, conta Wilson, que apresenta “Tá com Medo, Tabaréu?”, disco com músicas inéditas que remontam às recordações de sua infância: “São composições inspiradas no meu tempo de menino, quando vivia em Realengo com minha mãe e irmãos. Realengo era bem diferente naquela época, muito mais rural, sabe?”

Tema da música que dá nome ao trabalho, “Tá com medo, Tabaréu” remete aos tempos em que Wilson empinava pipa em Realengo, na década de 1940.

Com texto de apresentação do seu primeiro produtor na carreira, o radialista Adelzon Alves, o disco integra uma série de ações em homenagem aos 80 anos de Moreira. Além do CD, também estão previstas ações como recuperação do Centro Cultural Solar Wilson Moreira, show de lançamento e a publicação de um livro com fotos e partituras do sambista.

Campanha
Além de eliminar intermediários e criar uma relação direta entre o artista e o público, o financiamento coletivo oferece recompensas e experiências especiais para os colaboradores e colaboradoras e tem sido uma das principais ferramentas para artistas independentes captarem recursos para seus projetos.

“Foi a maneira que encontramos para tentar viabilizar esse trabalho”, explica o jornalista e produtor Camilo Árabe, que ao lado da esposa e produtora de Wilson, Ângela Nenzy, coordena as ações do projeto. “A campanha se organiza por objetivos e só é bem sucedida caso atinja a meta mínima até o dia 16 de setembro. Caso contrário, o dinheiro arrecadado é devolvido aos participantes. Por isso, é muito importante a participação e o apoio de todas e todos”, completa Árabe.

Além de eliminar intermediários e criar uma relação direta entre o artista e o público, o financiamento coletivo oferece recompensas e experiências especiais para os colaboradores e colaboradoras e tem sido uma das principais ferramentas de artistas independentes viabilizarem seu trabalhos.

Entre as contrapartidas oferecidas pelo projeto estão prendas como camisetas especiais, CDs autografados e até mesmo encontros com o próprio Wilson e aulas de música com o Paulão 7 Cordas. Participe!

Mais informações sobre a campanha: http://www.benfeitoria.com/wilsonmoreira

Quer ajudar e apoiar nossa campanha? Tem ideias e contatos que podem ajudar? Apoios?
Legal! Entre em contato através do amigosdowilsonalicate@gmail.com