Coletivo Sindicato do Samba

Espaço para os militantes, operários e amantes da música popular brasileira

Nossos Mestres

Cada mestre do Coletivo Sindicato do Samba tem seu projeto específico e pessoas (leia-se operários e operárias) responsáveis pela condução e supervisão dessas realizações. Conheça abaixo um pouquinho de cada mestre e, nas paginas específicas de cada um, você pode saber ainda mais dos projetos desenvolvidos e em andamento!


Edil Pacheco
Edil Pacheco nasceu no dia 1 de julho de 1947 em Maragojipe, cidade do litoral baiano. É um dos principais compositores e sambistas da Bahia e um dos responsáveis pela difusão do ijexá através de suas obras que foram gravadas por diversos artistas como João Nogueira e Clara Nunes. O Sindicato auxilia Edil na parte de produção e a realização de shows, além das questões de comunicação digital.

Edil Foto Poró


Geovana
Carioca erradicada no bairro Cidade Tiradentes, na extrema zona leste da cidade de São Paulo, Geovana nasceu em 1948 e se destacou por ser uma das poucas mulheres nos movimento de samba da década de 1970, no Rio de Janeiro. Cheia de ancestralidade e magia, a compositora traz em sua arte toda a riqueza da Cultura Negra. Atualmente, atuamos na produção e execução de shows e homenagens e está em curso a realização de um documentário sobre sua vida e obra.

12400794_1654407804814439_9050026539276707050_n


João Nogueira
O compositor carioca e fundador do Clube do Samba, nos deixou no ano 2000. Incluímos ele entre os nossos mestres, pois uma das primeiras realizações do Sindicato foi um livro-reportagem sobre sua vida e obra. Trata-se da produção de Antonio Veiga, Vinicius Rodrigues e Guilhermere que escreveram, em 2011, o livro: . Em breve, disponibilizaremos o material!

34820_


Luiz Grande
Referência do samba sincopado, Luiz Grande mora no bairro do Engenho da Rainha, na cidade do Rio de Janeiro, e é um grande cronista do subúrbio carioca, inclusive essa sendo uma das características principais do Trio Calafrio, do qual faz parte. Luiz começou sua carreira no final da década de 1960 e participou de projetos como o “Partido em 5” e “Partido em 6”, além de ter sido gravado por nomes como Elza Soares, Beth Carvalho e Bezerra da Silva. O Sindicato administra a sua comunicação, produção e realização de shows e está em andamento o projeto “70 anos de Luiz Grande”, que irá resultar em um CD e em uma WebSérie.


Trio Calafrio
Se você não sabe o que é caviar, fique tranquilo, pois nós também não sabemos. Composto por Luiz Grande, Marquinhos Diniz e Barbeirinho do Jacarezinho, o Trio Calafrio é autor de vários sambas que se tornaram clássicos na voz do Zeca Pagodinho como “Parabólica”, “Caviar” e “Dona Esponja”. O Sindicato fortalece o Trio fazendo o gerenciamento de sua comunicação digital e realizando e produzindo apresentações e shows.Trio Calafrio - Ierê Ferreira


Wilson das Neves
Nascido no dia 14 de junho de 1936, o mestre das baquetas Wilson das Neves também é um dos mestres do Sindicato! Muito conhecido por ser o “baterista do Chico Buarque”, Das Neves é muito mais que isso: acompanha os grandes nomes da música desde a década de 1960 e é considerado um dos maiores bateristas. Em 2011, Camilo Árabe e Pedro Pimenta escreveram “Ô Sorte – Fragmentos de Wilson das Neves”, livro-reportagem que conta um pouco da vida e obra desse música que é apaixonado pela escola de samba do Império Serrano. Em breve esse conteúdo estará disponível! Ô Sorte!

maxresdefault


Wilson Moreira
Para nós é uma honra inenarrável acompanhar e ser amigo do mestre Wilson Moreira, um dos maiores compositores da música popular e uma entidade da Cultura Negra. O Sindicato administra e gerencia a comunicação digital, realizar e produz apresentações e shows e está totalmente focado no projeto “Wilson Moreira e seus 80 anos: sambas de versos e quadras”, que irá gravar um disco de músicas inéditas do sambista. Além disso, ajudamos e fazemos parte do Bloco Amigos do Wilson Alicate, bloco de carnaval dos amigos de Moreira e que desfila desde 2010 no carnaval carioca.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: